sexta-feira, 29 de abril de 2011

Quando cheguei por aqui! Muito engraçado!

    Se um recém-nascido pudesse contar suas sensações, seu desejos e percepções do primeiro mês de vida, com certeza, a vida das mães seria muuuuito mais fácil. Como isso não acontece e escritora gaúcha Paula Taitelbaum assumiu o desafio de dar o recado em nome do pequeno, Divirta-se.

1ª semana
' nasci, e agora?


 Ui, ai, puxa, ai... Quero me esticar, quero mais espaço , quero voltar a ser um peixe. Tão apertado aqui que nem consigo me alongaaar... argh... Ei! tem alguém aí fora? dá pra aumentar o espaço, por favor?! Saco... Não tô mais gostando daqui. Será que se eu empurrar bastante essa parede estica? Ué... esquisito... parece até que tem uma força estranha me empurrando. Tô com medo... Sei não... Ai, para com isso... Tira a minha cabeça desse aperto! Vou ficar entalado! Quero sair! Não, mentira! Quero ficar! Não pensando bem... Quero sair! Aaaaaaaaaaah. Coof. argh, cusp, Socorro! Solta a minha cabeçaaaaaaaa! Apaga a luz! Gasg... cof...ugh... Tira esse troço do meu nariz. Que que é isso no meu braço??? Tão me medindo todo! Para de cortar as minhas unhas! Devolve as minhas unhas! Devolve meu cordão! Devolve minha placenta! Me solta! Me larga! Quem são vocês? Tô com frio! Sai pra lá! Não me pega! Não me enrola! Hummm... bom... bem... Até que agora não tá tão ruim... Tá macio... Tá quentinho... E essa voz... conheço essa voz... É ela! É ela! Eu sei que é ela! Ela existe! Ai que vontade de... Chup, chup, chup...


' lar, novo lar


 Hein?Como? Onde eu tô? Só pode ser mais um sonho e daqui a pouco acordo lá no meu cantinho escuro. Pensando bem, acho que se fosse sonho já teria acabado... Tá tudo borrado... difícil de enxergar... Mas essas manchas coloridas em volta de mim até que são legais.Às vezes são tantas vozes... Fico meio nervoso com tantas vozes. Só a dela me aclama. Tá, ok, a desse cara que fica babando em cima de mim e que eu ainda não descobrir quem é, me acalma também. Tenho saudades do meu cantinho escuro... Se bem que ontem (ainda não aprendi direito o que é ontem, mas ouvi eles falando), lá no outro lugar, fizeram uma coisa terrível comigo: espremeram até sangrar o meu pobre pezinho! Foi pior dia da minha vida. O que eu fiz pra merece isso? E agora tô aqui nesse lugar mais estanho ainda, com um monte de gente me pegando, me virando, me colocando esse troço no meio das pernas... Se bem que, sem isso, sei lá. Xiii... lá vem de novo, tô sentindo, vem vindo, ops, aaaaahhh... que alívio . Bem quentinho. Só que agora tá incomodando, não tô gostando, tira isso de mim! Ei, você aí! Ei! Tira isso de miiiiimmmm! Tá fedendo! Tá molhado! Tá enchendo meu saco! Ja senti que o negócio é berrar, não adianta só chamar. Aaaaaaaaahhhh! Me ajudaaaaaaaaaaaaa! Ufa, isso, calma, devagar, isso, melhor, deixa eu ficar assim um pouco de bunda de fora, vai... Por favor! Droga, já colocou esse negócio de novo. Tudo bem, não vou reclamar né? melhor assim do que com isso aí que eles chamam de "totô". Bonitinho esse nome: totô, Aliás, eles não param de falar nomes bonitinhos: "totô... guti-guti...anahnhe..." Ai que vontade de espirraaaaaa....aaaaaaatchim!!! Ué, por que será que ela veio correndo e colocou esse troço embaixo do meu braço? Eu só tô.... aaaaaaaatchim! Só tô espirrando porque sobrou um pouco de água da placenta aqui dentro do meu nariz. Aaaaatchim! É só isso....



' o primeiro pânico

 Tava achando que ia mamar e agora tão tirando a minha roupa... Pra quê? Eu nem fiz o tal "totô "... Não gosto de ficar tão pelado!!! Cadê o paninho úmido e quentinho? O que é isso? Não tô gostando. Pra onde é que ela tá me levando? Que água é essa? Me solta! Quero dizer: não me solta! Não me solta! Não me soltaaaaaaaaaaaaa... Eu vou morrer! Eu vou moreeeeeeeeeeer!!! Me tira desse lugar! Socorro, eu não sei mais prender a respiração embaixo d'água! Tá muito molhadoooooo! Tá muito fundooooo! Não! Na cabeça não! Água na cabeça nããããããão! Aaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaahhhh. Socooooooorro! Me tira daquiiiiiii... Rápido!!! Ufa, acabou o tal do banho. Foi o maior trauma da minha vida. Nunca mais vou me recuperar disso... Hora do mamá? Oba! Chup, chup, chup. Uá, que sono! Que felicidade! Tô me sentindo meio cheio... arrout! Ai, que alívio! Ops, pra varias voltou um pouquinho... gostinho azedo.... ic... Eu tô sempre som... ic... soluço. Mas tudo bem, isso... ic... não me incomoda. Pra falar a verdade, até que... ic... é divertido. Mas sinto que, toda vez que.. ic... eu fico com soluço, ela fica... ic... meio nervosa... ic...Não sei por que se lá sozinho no... ic...escurinho apertado eu já... ic... soluçava.. ic...



Fonte: Claudia bebê edição 593B


Bom gente, tem mais, mas para o post não ficar grande, depois post  resto, é super interessante né?

12 comentários:

Fran Matias disse...

adorei!!!rsrsrsrs
se os bebês já falassem no começo
de suas vidas acho que falariam tudo
isso mesmo!
espero o restante do texto!
Bjinhosssssssssssss

Isis disse...

hahaha..muito bom!
Bjs

martinha disse...

rsss!! só vc mesmo Thamis, beiijo e bom fim de semana:-)

Rê Souza disse...

Oláááá!! Estou retribuindo a visita!! A D O R E I seu blog e pode ter certeza que você me verá muitas vezes por aqui!!
É mesmo, temos uma diferença de dias entre nossos filhotes!!
Deus abençoe todas as gravidinhas e que esses bebes nasçam com muita saúde! Beijos!

LUANA disse...

Hum amei com certeza nossos pequenos falariam isso mesmo kkkkkkkkkkkkk, post o resto viu .
bjss

Cintya disse...

hahahahah Deve ser isso mesmo que eles falariam se conseguissem.
Muito legal.
Beijos

Juliana disse...

Oi Thamis,
Obrigada pela visitinha, bom te conhecer...To te seguindo viu...
Amei este post, muito legal!
Seu nenem já mexeu e o meu nada :(
Meu marido diz que to extressando o nenem com essa história de mexe nenem da mãe, mexe por favor rsrs é um graça...
Boa sorte pra nós!!!

Quero ser MÃE e JUÍZA disse...

kkkkk...muito interessante esse post! Amei!
Já estou te seguindo também Querida. E vou sempre estar por aqui conferindo as novidades!
Ah!...PARABÉNS pelas 15 semanas!!!!!...rssrs

bjs

Futura maman gateira disse...

hahuah amei! bjinhos

Letícia disse...

hauhauhauahua muito engraçado Thamis, adorei!!

Beijos bonita, ótimo domingo!

Aline disse...

Adorei o texto Thamis, tenho certeza que os bebês ODEIAM tantas intervenções nos primeiros dias de vida, né?
Beijinhos!

Cintia Fernandes disse...

que divertido... kkkkkkkkkk deve ser quase assim mesmo!